sábado, 26 de março de 2011

GP da Austrália- Treino Classificatório- 1ªEtapa

As voltas finais de Vettel no terceiro treino livre, já denunciavam algo de total domínio que viria dos carros rubros taurinos. Parte da tarde, reservada ao treino classificatório, foi apenas a confirmação do que já vinha se desenhando. A diferença é que Vettel destruiu a concorrência de tal forma, que nos leva a crer que a briga mais acirrada do domingo ficará para quem será o segundo colocado.
Foi uma volta perfeita. Bateu o recorde da pista (que era dele) ao marcar o tempo de 1’23’’529 colocando 0’’866 décimos nas costas de Hamilton que ficou em segundo. Webber marcou o terceiro tempo ficando 1’’129 de desvantagem para o alemão. Tratando-se de carros iguais, foi uma humilhação. Vettel sobrou de tal forma no treino que sua última volta, com cronômetro zerado, colocaria fácil 7 décimos em Lewis e garantiria a primeira fila em Melbourne.
Enquanto que Vettel passeava, os demais se descabelavam para tentar algo. A mágica de Alonso teve fim e ele não conseguiu posicionar a sua Ferrari entre os quatro melhores, fato que vinha acontecendo regularmente desde os treinos de sexta. Massa e Barrichello erraram grosseiramente, sendo que o pior quem levou o piloto da Williams que acabou ficando de fora da Q2 logo no início desta. Massa errou logo após sair dos boxes, ao rodar na primeira curva, Sai em oitavo e pra variar já está reclamando da falta de aderência, o que significa que a sua lua de mel com os pneus Pirelli já está estremecida.
Fora a aula de Vettel, outro ponto interessante foi passeio que alguns pilotos, considerados segundos, deram nos primeiros. O melhor dele foi de Petrov que detonou Heidfeld logo no primeiro confronto de ambos na Renault Lotus: enquanto que Heidfeld ficou já na Q1 com o 18º tempo, o Russo levou o carro preto e dourado ao sexto lugar na partida. Rosberg deu continuidade ao massacre à Schumi, e sai em sétimo enquanto que o hepta ficou em 11º; Di Resta também foi muito bem ao se colocar em 13º, três posições à frente de Sutil; Maldonado largaria sem dúvida alguma atrás de Barrichello, mas com o erro do brasileiro acabou ganhando a chance de sair à frente, largando em 15º e Rubens em 17º. As duas Hispania ficaram de fora por não ter conseguido furar a barreira dos 107%. Aliás, esta será a sina desta equipe durante este ano: gastar o que não tem e dar vexame.
Favorito? Sem dúvida Vettel e só perderá está prova por um erro seu ou uma quebra. Coisas que estão longe de acontecer, pelo menos no meu ver.

GRID DE LARGADA- GP DA AUSTRÁLIA- 1ª ETAPA

1.Sebastian Vettel (ALE/Red Bull Renault): 1min23s529
2. Lewis Hamilton (GBR/McLaren Mercedes): 1min24s307
3. Mark Webber (AUS/Red Bull Renault): 1min24s395
4. Jenson Button (GBR/McLaren Mercedes): 1min24s779
5. Fernando Alonso (ESP/Ferrari): 1min24s974
6. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault GP): 1min25s247
7. Nico Rosberg (ALE/Mercedes GP): 1min25s421
8. Felipe Massa (BRA/Ferrari): 1min25s599
9. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber Ferrari): 1min25s626
10. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso Ferrari): 1min27s066
11. Michael Schumacher (ALE/Mercedes GP): 1min25s971
12. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso Ferrari): 1min26s103
13. Sergio Perez (MEX/Sauber Ferrari): 1min26s108
14. Paul di Resta (GBR/Force India Mercedes): 1min26s739
15. Pastor Maldonado (VEN/Williams Cosworth): 1min26s768
16. Adrian Sutil (ALE/Force India Mercedes): 1min31s407
17. Rubens Barrichello (BRA/Williams Cosworth): sem tempo
18. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault GP): 1min27s239
19. Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus Renault): 1min29s254
20. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus Renault): 1min29s342
21. Timo Glock (ALE/Virgin Cosworth): 1min29s858
22. Jérôme d'Ambrosio (BEL/Virgin Cosworth): 1min30s822
23. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania Cosworth): 1min32s978*
24. Narain Karthikeyan (IND/Hispania Cosworth): 1min34s293*
OBS: Ficaram de foram por não conseguirem ficar abaixo do limite de 107%

Nenhum comentário:

Postar um comentário