segunda-feira, 30 de maio de 2011

GP de Mônaco- Corrida- 6 ª Etapa

A estratégia inicial da Red Bull jogara Vettel de primeiro para segundo durante a corrida. Uma parada nos boxes duas voltas depois de Button, não havia sido uma boa e por isso a equipe preferiu manter Sebastian na pista para arriscar uma só parada de boxes, forçando seu astro a correr 63 voltas com o mesmo composto. Sim, hoje nesse dias de pneus que se desmancham facilmente, era uma insanidade, mas eles tinham que correr o risco. Button e Alonso eram os seus oponentes mais perigosos na busca pela vitória. Mas o inglês teve que parar mais duas vezes e o espanhol mais outra. Assim, Vettel retomou a ponta da corrida após um pequeno período de liderança do
piloto da Mclaren, com Fernando em segundo e Jenson voltando na terceira posição. Faltando 15 voltas para o término, os três primeiros estavam separados por menos de 1 segundo. Sebastian se defendia como podia dos ataques de Fernando, enquanto que e este se preocupava com Jenson que vinha mais rápido que os dois. Quando se aproximavam para dobrar um comboio de pilotos, um acidente nos Esses da piscina entre Petrov e Alguersuari, que estavam no meio deste bolo de carros, interrompeu a corrida quando faltava 6 voltas para seu término. O russo foi retirado do seu Renault e levado de ambulância para o centro médico. Mas nada demais foi constatado em Petrov, que está bem. Passaram-se alguns minutos e a relargada foi feita atrás do safety car. Com pneus novos, assim como a maioria, Vettel conseguiu completar a corrida com tranqüilidade para vencer seu quinto GP no ano.
Vettel venceria a prova de qualquer forma. A sua tocada mesmo com Fernando no seu cangote, não entregou nenhuma falha do alemão e quem estava mais propenso a isso era o próprio espanhol que além de atacar Sebastian, tinha que se preocupar com Button que estava bem mais rápido. A batalha dos três nas últimas voltas que antecederam a interrupção, era de cortar a respiração. E isso, mais as várias disputas que teve durante o GP, calou uma pouco os críticos que malhavam a pista se Monte Carlo todo ano por não dar chance de ultrapassagem à ninguém. Os pneus ajudaram bastante, mas a de se dizer que os pilotos estiveram corajosos também. Hamilton abusou em algumas manobras (farei um post sobre ele) que lhe renderam duas punições e uma baita polêmica pro suas declarações duras após a prova. Schumi também achou espaço em duas ultrapassagens na Lowes, assim como Barrichello que o ultrapassou na Mirabeau. Kobayashi, que terminou em quinto em mais uma bela exibição, também foi outro que conseguiu ultrapassar, quando pegou por dentro Sutil na Mirabeau. Após a prova o piloto da Sauber tomou uma dura dos comissários por causa dessa manobra, por entender que Kobayashi fora um tanto afoito.
A corrida foi ótima. Muito mais do que poderia imaginar. Mesmo com esses pneus que se desgastam rapidamente, não acreditava que a prova seria tão movimentada assim. Nas posições intermediárias o pau sempre comeu à solta, mas na dianteira do GP sempre foi muito morna ou gélida. Ninguém queria se arriscar ficar espetado numa barreira de pneus ou nos guard-rails. Com essa alternativa inserida pela Pirelli nos GPs, é uma tanto impossível achar que tudo estará resolvido quando algum piloto desaparecer na frente. Se alguém for corajoso e meter pneus moles nas últimas 15 voltas de uma corrida, pode tirar, até, 3 segundos por volta caso o cara da frente tenha a sua borracha quase na lona. Sim, pode a até tornado as coisas mais artificiais, mas em vista que os pilotos estavam mais acomodados esperando uma estratégia de pit stops para resolver suas vidas, esta artimanha da Pirelli surtiu efeito e agora obriga o cara poupar pneus ou talvez se arriscar a levar uma pressão danada e se sair bem, como Vettel nos mostrou nestes dois últimos GPs. E Mônaco, que sempre foi detestada pelo seu pouco espaço, agradece pela prova de ontem. E eu, que gosto pacas desta prova, também.
 Sebastian seguido por Button e Alonso: ao final da prova era o espanhol que pressionava o piloto da Red Bull, mas sem obter sucesso
 Hamilton ataca Schumi: foi a única manobra bem sucedida do inglês, que..
 ... bateria rodas com Massa mais tarde numa tentativa de ultrapassagem na Lowes.
 Massa abandona após bater dentro do túnel ao pegar a parte suja
O início do acidente que definiu a corrida: Petrov trava tudo para não acertar Alguersuari, mas seu Renault acaba acertando a Toro Rosso do espanhol e depois vai direto no guard-rail machucando o piloto russo.

RESULTADO FINAL
Grande Prêmio de Mônaco- Circuito de Monte Carlo
78 voltas- 29/05/2011

1. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull): 78 voltas em 2h09min38s373
2. Fernando Alonso (ESP/Ferrari): a 1s138
3. Jenson Button (INGL/McLaren): a 2s378
4. Mark Weber (AUS/Red Bull): a 23s100
5. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari): a 26s900
6. Lewis Hamilton (INGL/McLaren): a 27s200
7. Adrian Sutil (ALE/Force India): a uma volta
8. Nick Heidfeld (ALE/Lotus-Renault): a uma volta
9. Rubens Barrichello (BRA/Williams): a uma volta
10. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso): a uma volta
11. Nico Rosberg (ALE/Mercedes): a uma volta
12. Paul di Resta (ESC/Force India): a duas voltas
13. Jarno Trulli (ITA/Lotus): a duas voltas
14. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus): a duas voltas
15. Jerome d'Ambrosio (BEL/Virgin): a duas voltas
16. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania): a três voltas
17. Narain Karthikeyan (IND/Hispania): a três voltas
18. Pastor Maldonado (VEN/Williams): a cinco voltas

Não completaram:
Vitaly Petrov (RUS/Lotus-Renault)
Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso)
Felipe Massa (BRA/Ferrari)
Michael Schumacher (ALE/Mercedes)
Timo Glock (ALE/Virgin)

FOTOS: REUTERS; AP; ITV.COM

Um comentário:

  1. Monaco é monaco mesmo, não tem jeito. É por isso que ninguem tira essa corrida do calendário!!!

    Muitas coisas aconteceram na corrida mas estragaram tudo depois da vermelha. Não sou doutor em nada e nem entendo de regulamentos..
    Mas uma coisa é inégavel, numa corrida que recebe interrupção por bandeira vermelha e há a relargada, não se pode mexer nos carros, pois ainda estão em regime de corrida, ou seja na pista....Reparos só podem acontecer nos boxes, é o que dizia o regulamento antigo, mas o de agora não, no de agora pode tudo! Aí é que estragaram a corrida, e isso ainda vai dar o que falar. Se pelo menos a penalizaçao
    com o tempo de uma parada fosse aplicada ainda dava pra aceitar, mas assim vai lá troca e pronto. E quem trocou da maneira normal, é trouxa? É palhaço?
    Pra mim, a F-1 agora é apenas um show, de trocas de pneus de asas, e agora de bandeira vermelha....
    Corrida nos finais de semana de F-1 só mesmo as das preliminares....
    Os treinos nos mostraram alguns problemas que estão se agravando com esses "farofas"... O Nico deu uma escapada daquelas, levou sorte, mas o Perez quase, perdeu a vida naquela quina lá.. A sorte dele foi o "quase"!!
    Tudo isso por estar a aderencia física de um carro veloz como os da F-1 no limite dos limites. uma desgarrada, um salto e pronto o pneu toca o solo de maneira não usual e pronto, lá vai a aderencia pro buraco... As conseguencias são perigosas como estamos começando a ver....
    Domingo aquele embrolho todo e sobrou pro Petrov, Outro problema de aderencia de mais pra uns e de menos pra outros, carros rápidos se misturam com os lentos e mais, a adrenalina do piloto, o arrojo, e a ancia de passar deu nisso... De novo,, se não fosse o quase!!
    Tudo bem , o piloto ter que ser arrojado mesmo, eu sempre achei isso, mas se arriscar só por causa de um show de TV? Arriscar a vida ou sua integridade por nada, é querer muito do ser humano!!!
    No começo desta temporada esperavamos por coisas mais emocionantes, mas ultrapassagens e coisa e tal, mas assim é demais, não tem mais graça... Sei lá ainda espero que as coisas mudem um pouco, do jeito que tá , tá muito radical, na base do 8 ou 80...
    Mas vamos lá falar do, "se"!!!
    "Se", a corrida não fosse interrompida ou "se" não trocassem os pneus.. O Buttom dava um passam no Chorão, e no Alemanzinho, só por conta dos pneus...E eu ia acertar nas 3 paradas... "Se não fosse o "se" o "ce"
    Então como não tem o "se" ou o "quase" eu errei.."Se" não fosse Monaco....Mas agora tem Montreal, ai eu quero ver "se" vai ter corrida ou "se" vai ser só outro show....
    Agora quem tá gostando é o Rubinho, né!! Corrida sim e outra também lá vai ele e dá um passão no Alemão.. Essa é a verdadeira motivação do Rubens, passar o Alemão!! Enquanto as coisas estiverem assim pra ele, não para de correr... Da- lhe Rubinho!!! Como sempre diz o meu amigo Carreirinha!!! Então vai...
    Da-lhe Rubinhooooo!!!!
    Carreira, um abração e tudo de bom pra vcs....

    Gp to

    ResponderExcluir