sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Foto 40: O início da saga

A elegância de Monte Carlo na metade dos anos 60 testemunhando Bruce Mclaren e a sua cria, a Mclaren MB2 - Ford, contornando a curva do Cassino no final de semana do GP de Mônaco de 1966 prova que marcou a estréia da equipe. Bruce classificou o carro na 10ª posição e abandonou na nona passagem por vazamento de óleo. Uma estréia normal para uma nova equipe.
Passados 45 anos, quando Button e Hamilton largarem em Yeongam no próximo domingo, completarão o GP de número 700 da história do time de Bruce Mclaren.

2 comentários:

  1. Era uma equipe muito diferente naquele tempo, cheia de mecânicos neozelandeses, que sobrevivia meio que na raça. Demorou menos de dois anos para chegarem à primeira vitória, no ROC de 68.

    ResponderExcluir
  2. 700 GPs !! É o máximo !!!
    Acho que só a Ferrari supera esta marca!
    Quantas histórias foram escritas com esse nome.
    Pra nós Brasileiros duas muito especiais, Emerson e Senna escreveram suas vidas com carros com esse pedigre!
    Vendo uma McLarem hoje com toda a técnologia embarcada nem de longe lembramos de fatos como esses que vc nos tráz! É mais ou menos como a vida de um cara bem sucedido, começa lá em baixo e chega até o topo...
    A FIA e a F-1 devem muito ou quase tudo a Bruce Mclarem.. E nesses 700 GPs deve ter usado todos os motores disponiveis para seus carros.. Além dessas pinturas sobre rodas, carros inatingiveis para a maioria dos mortais ainda nos presenteia com outras obras primas ao fabricar carros que rivalisam com Ferraris, lambos, BMWs, Porsches, mercedes e todos os Gram Turismo de sonhos...
    É isso..
    Uma belissima tragetória nas pistas do nosso planeta tão judiado e tão querido...
    Essa história maior que uma vida nos mostra que um sonho não tem limites!!!!
    Pra deixar de ser só um sonho basta apenas um passo para se concretizar...É fácil, só começar!!!
    Valeu!!!!

    GP to

    ResponderExcluir