terça-feira, 12 de agosto de 2014

Foto 380: Um almoço em Spa

A superioridade italiana. Antonio Ascari conduzindo a sua Alfa Romeo P2 rumo à vitória no primeiro GP da Bélgica, disputado em Spa Francorchamps em 29 de junho de 1925.
Tratou-se de uma luta particular entre franceses e italianos naquela prova, uma vez que apenas a Delage e Alfa Romeo levaram carros para a corrida. A Delage alinhou quatro carros para Albert Divo, Robert Benoist, René Thomas e Paul Torchy. Pela Alfa Romeo, três P2 ficaram aos cuidados de Antonio Ascari, Giuseppe Campari e Conde Gastone Brilli Peri.
Apesar da luta entre estes sete carros terem sido intensa no início, os Delage foram caindo no decorrer da prova com inúmeros problemas: Benoist perdeu um bom número de voltas para tentar resolver um problema no tanque de combustível; Torchy abandonou, enquanto que o carro de Thomas teve um incêndio. Divo foi o único a ficar na pista e dar combate a uma das Alfas - de Brilli-Peri -, mas logo abandonaria.
Tendo apenas os seus três carros na disputa, Vittorio Jano - projetista e chefe de corridas da Alfa - pediu que fosse feito um almoço. Chamou seus três pilotos que entraram para os boxes e assim que desceram dos carros para o já famoso almoço, foram recebidos com vaias e assobios pelo público presente. Com os carros devidamente limpos e pilotos satisfeitos, eles retomaram a prova que foi vencida por Ascari, com Campari em segundo e Peri em terceiro.
Apenas mais uma das folclóricas histórias do automobilismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário