quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

F1 Pré-Temporada: Barcelona, Dia 5

Dando continuidade aos testes, agora com a terceira bateria ainda em Barcelona, foi a vez da Williams mostrar força com Felipe Massa ao volante. O brasileiro anotou 1'23''500 utilizando pneus macios, três segundos melhor que a marca que fizera no terceiro dia da semana passada quando utilizava os mesmos compostos. Outro destaque vai para Marcus Ericsson que, utilizando os macios, alcançou a segunda colocação para a Sauber conseguindo o tempo de 1'24''276. Lewis Hamilton ficou com o terceiro tempo, 1''381 segundos atrás da marca de Massa.
O dia foi bem tranquilo para as equipes, exceptuando-se a Mclaren que deu apenas sete voltas e recolheu o carro - que estava sob o comando de Jenson Button - após um vazamento na parte hidráulica. Ao passo que a temporada se inicia, os problemas para a equipe de Ron Dennis só aumentam...
O maior número de voltas foi anotado por Ericsson que conseguiu 122 passagens. Descartando a Mclaren, a Mercedes foi quem deu menos giros ficando com apenas 48 voltas.

Felipe Massa: "O carro se comportou muito bem, e quando precisamos fazer uma volta rápida, o tempo foi bom. Acho que precisávamos provar que estamos na briga. Não sabemos o quanto em relação à Mercedes, mas em relação aos outros, estamos.
No acerto, nós experimentamos os pneus e mudamos algumas coisas no carro, e acho que foi positivo. Foi um bom dia para nós. Realmente não sabemos onde estamos em comparação à Mercedes — mas sei que eles têm um grande carro como o de 2014 —, mas estamos lá.
A consistência é algo que temos trabalhado muito para melhorar, e estou muito feliz, mas ainda é muito cedo. É muito cedo para saber, e quando todo mundo estiver com o mesmo combustível e os mesmos pneus é que vamos ter certeza de onde estamos.
Sei que as coisas podem mudar rapidamente neste mundo, e quando chegarmos à primeira corrida, talvez a gente não esteja onde esperamos. Mas até agora, estamos fazendo um ótimo trabalho e preparando o carro da melhor maneira possível”.



Marcus Ericsson: “Se você tivesse me perguntado nesta manhã, eu teria mais dúvidas, mas depois de um dia de testes como este, com muitas largadas, pit-stops, simulações de corrida e de classificação, você começa a se sentir preparado para a temporada começar. Tenho um dia a mais para me preparar, mas me sinto pronto para Melbourne.
Estão bons (sobre o carro da Sauber e o motor Ferrari), talvez até melhor do que esperávamos, então isso é muito positivo.
A temperatura da pista estava mais fria para o pneu duro, mas o médio estava funcionando bem. O carro estava consistente e peguei confiança, sabia o que esperar, e também fiquei feliz porque eu fui bem consistente com os meus tempos de volta.
Estamos apenas olhando para nós mesmos. Todos estão fazendo programas diferentes. Estamos nos esforçando para terminarmos a pré-temporada o mais preparados possível”.


Lewis Hamilton: “Esse tipo de coisa acontece. Estou correndo há 22 anos. Às vezes, você consegue andar muito, às vezes, não. Hoje eu estava bem animado, preparado para dar 200 voltas, mas deu 50 em vez disso. Mas 50 é melhor do que nada.
Há algumas coisinhas novas que são boas. O time está trabalhando duro para melhorar. O time tem sido incrível. A preparação é melhor que a que tivemos no ano passado. Aprendemos muito no ano passado. Este ano, ainda tem coisas que estamos aprendendo, melhorando. Estou bem animado”.

Daniil Kvyat: “Nós tivemos um dia mais ou menos decente. Nós fomos capazes de fazer bastante coisa e tomara que consigamos fazer mais amanhã. Estes últimos dias são realmente importantes em termos de entendermos onde estamos, entender o motor e o chassi, então é bom rodar o máximo possível. Me senti bem hoje. No entanto, sempre há espaço para melhora, então vamos brigar por isso”.


Romain Grosjean: “Nós testamos acertos diferentes hoje, então houve muitas voltas aos boxes para que coisas diferentes pudessem ser modificadas. O carro tem se mostrado confiável novamente, e nós tivemos bastante trabalho, mesmo que isso não se reflita em número de voltas. Mas tudo isso faz parte da aprendizagem. Estou ansioso para ver os progressos do carro amanhã e não vejo a hora de voltar a pilotar no sábado”.

Kimi Raikkonen: “Mesmo com alguns problemas, nós conseguimos tirar algumas lições hoje e tenho certeza que vamos resolver as falhas. O carro não estava tão ruim no geral, mas algumas áreas ainda precisavam melhorar, especialmente em condições mais complicadas que estamos experimentando agora e que fazem com que os pneus não trabalhem corretamente. Agora, nós temos mais um dia de testes e precisamos aprender o máximo que pudermos. Em poucos dias, em Melbourne, vamos descobrir onde realmente estamos”.


Resultado - Testes de Pré-Temporada - Barcelona, dia 5

PosPilotoCarroTempoDifVoltas
1Felipe MassaWilliams/Mercedes1m23.500s-103
2Marcus EricssonSauber/Ferrari1m24.276s0.776s122
3Lewis HamiltonMercedes1m24.881s1.381s48
4Daniil KvyatRed Bull/Renault1m25.947s2.447s75
5Romain GrosjeanLotus/Mercedes1m26.177s2.677s75
6Kimi RaikkonenFerrari1m26.327s2.827s80
7Carlos Sainz Jr.Toro Rosso/Renault1m26.962s3.462s86
8Jenson ButtonMcLaren/Honda1m31.479s7.979s7

Nenhum comentário:

Postar um comentário