sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

F1 Pré-Temporada: Barcelona, Dia 6

Aquela curiosidade em ver o desempenho real da Mercedes que vinha desde os primeiros dias em Jerez, foi matada sem nenhuma surpresa por Nico Rosberg hoje em Montmeló: o piloto alemão, usando os pneus macios, aniquilou a marca feita por Felipe Massa ontem com extrema facilidade conseguindo sete décimos de avanço sobre o tempo alcançado pelo brasileiro. Se restava alguma dúvida sobre o poderio, ela começa a esvair-se...
Outro detalhe importante foi a sequência positiva da Mclaren, ao conseguir impressionantes 101 voltas sem grandes problemas. Foi uma jornada de ouro para o time que tem enfrentado inúmeros problemas e a marca feita por Jenson Button de 1'25''590 - utilizando pneus macios -, foi a melhor destes seis dias em Barcelona se contarmos os quatro da semana passada. Sua marca foi 0''251 pior que o tempo feito por Vettel, que ficou em quarto e que também utilizou pneus macios. Apesar de não sabermos qual o programa adotado por cada equipe nos testes, a marca acaba servindo de grande ânimo para os últimos dois dias de testes da Mclaren.
A outra novidade do dia foi a presença da Force India que, enfim, pôs o seu VJM08 na pista e com a condução de Nico Hulkenberg o time conseguiu até um bom número de voltas ao marcar 77 giros.
As equipes tiveram um dia muito bom em termos de voltas feitas: Mercedes, Sauber, Ferrari, Mclaren, Lotus e Toro Rosso alcançaram mais de 100 voltas, sendo que Vettel (143), Nasr(141), Maldonado (140) e Verstappen (139) foram os que mais andaram, priorizando, provavelmente, os long runs.  

Nico Rosberg: “Foi um dia difícil. Passamos o dia inteiro tentando melhorar e no final chegamos a um ponto em que o carro estava bastante bom. Mas perdemos tempo com essa dificuldade.
Hoje nos mostrou que somos rápidos, mas não sei como estão as outras equipes. Temos que esperar amanhã e depois de amanhã, esperar até o sábado de Melbourne. Temos uma equipe fantástica, mas temos que tomar cuidado porque os outros carros também são rápidos. Temos que continuar com pés no chão e trabalhando.
Hoje foi um dia muito difícil. O acerto não estava bom, e passamos o dia todo buscando a direção correta no acerto do carro, estava difícil entender para onde tínhamos que ir. O carro estava saindo demais de traseira. Foi o dia todo tentando encontrar a direção e no final acertei.
Demorou o dia inteiro para encontrarmos a direção correta porque estávamos bem distantes, e isso não é comum. No fim do dia, estávamos em um dia decente. E quando você coloca os pneus macios, tem muita aderência. Você não precisa do acerto perfeito para ser rápido. É só o acerto fino”.

Valtteri Bottas: Foi um bom dia para nós. De novo nós tivemos um dia completamente livre de problemas, o que é sempre bom. Nós fizemos mais algum trabalho de performance hoje, o que é bom. É bom fazer alguns short-runs e realmente tentar tirar um pouco mais do tempo de volta.
Me senti ok, mas estou um pouco surpreso com a velocidade da Mercedes. É difícil saber exatamente o quão à frente eles estão, mas eles estão na frente, então acho que é o time a ser batido.
Nós estamos realmente ansiosos por isso. Nós sabemos que podemos ser competitivos, mas ainda temos trabalho a fazer. Ainda temos dois dias de testes e ainda temos um plano bastante ativo. Nós estamos confiantes, estamos prontos para correr, mas tem coisas que ainda podemos melhorar e tomara que possamos resolver algumas dessas coisas nos próximos dois dias”.


Felipe Nasr: "O dia de hoje foi bastante produtivo porque pudemos completar todo o programa. De manhã, eu pude ter uma impressão melhor do carro durante os trechos mais curtos com os pneus macios e médios, e isso foi muito positivo.
Depois do almoço, fiz uma simulação de corrida com pneus diferentes. Foi uma experiência boa, e eu acho tenho um melhor entendimento do carro durante os 'long runs'. Estou também bem feliz com o equilíbrio do carro. Nós demos hoje outro passo adiante e temos de continuar nesta direção".

Sebastian Vettel: “Guiei mais do que dois GPs hoje, mas não sei se venci um, isso dependo do que os outros fizeram! Brincadeiras a parte, é bom que no último teste nós tenhamos feito mais e mais milhagem. Hoje nós não tivemos nenhum problema, nós sabemos que ainda temos muito trabalho para fazer como um time, mas, até aqui, me sinto muito bem. Se eu tivesse que apontar uma coisa, eu preferiria ser um pouco mais rápido, mas é difícil avaliar o quão rápido nós somos, porque algumas pessoas trabalharam mais em um esquema de classificação e eu fiz menos isso. Eu nunca guiei a Ferrari de 2014, mas acho que esta é um grande passo à frente. Isso não significa que nós estamos satisfeitos, uma vez que, se você quer vencer, você tem de bater a Mercedes. É empolgante ver o que está acontecendo atrás deles, o que acho que não é um julgamento claro com os tempos de volta que vimos até agora”.

Jenson Button: “Para muitos times, 100 voltas não é nada. Para nós, é como se fossem 1000 voltas. Há muito ainda para aprender sobre esse pacote técnico.
Foi um bom progresso. Não foi difícil melhorar em relação a ontem, na verdade, mas foi muito bom poder fazer 100 voltas. Foi um passo muito, muito grande hoje na confiabilidade, e é muito bom ver o quanto você pode fazer quando tem um carro confiável. Todos os testes que você pode fazer, as comparações, e não faz quando o carro para. Hoje nós fizemos!
Não fiz muito trabalho de acerto até agora, pois tem muitas voltas que você faz com peças aerodinâmicas que vão te dar muito tempo se você acerta para a primeira corrida, ao passo que o setup só vai te dar alguns décimos”. 

Pastor Maldonado: “Nós rodamos bastante com o carro hoje, o que foi um bom endosso do meu programa de treinos no inverno, já que eu ainda me sentia bem após 140 voltas. Nós fizemos muitas avaliações diferentes, então tive bastante coisa para pensar e foi bom fazer uma simulação de corrida, já que nós logo iremos para Melbourne. Temos muitas informações para digerir e mal posso esperar para voltar ao carro no domingo”.


Resultado - Testes de Pré-Temporada - Barcelona, dia 6

PosPilotoCarroTempoDifVoltas
1Nico RosbergMercedes1m22.792s-106
2Valtteri BottasWilliams/Mercedes1m23.995s1.203s90
3Felipe NasrSauber/Ferrari1m24.071s1.279s141
4Sebastian VettelFerrari1m25.339s2.547s143
5Jenson ButtonMcLaren/Honda1m25.590s2.798s101
6Pastor MaldonadoLotus/Mercedes1m26.705s3.913s140
7Max VerstappenToro Rosso/Renault1m26.766s3.974s139
8Daniil KvyatRed Bull/Renault1m26.965s4.173s84
9Nico HulkenbergForce India/Mercedes1m28.412s5.620s77

Nenhum comentário:

Postar um comentário