sexta-feira, 8 de maio de 2015

24 Horas de Le Mans em 83 fotos: 2ª Dunlop Fort

O "Fort Dunlop", que foi erguido em 1928 e proibido pela ACO logo em seguida

E o atual Arco Dunlop, que foi fonte de inspiração para que outros autódromos, como Doningto Park, também tivesse a sua
Com a idéia em facilitar o acesso das pessoas às barracas de alimentação que estavam nas arquibancas, a Dunlop ergueu uma passarela de metal exatamente na entrada da Mulsanne na primeira edição das 24 Horas de Le Mans e aproveitou - claro - para fazer a sua propaganda.
A passarela durou por cinco anos e teve que ser substituída em 1928 por uma réplica do Dunlop Fort, que se referia à fábrica de pneus da marca em Birmingham. Mas a ACO acaba por proibir a publicidade.
Vinte e um anos depois, na primeira edição pós-Segunda Guerra, a Dunlop retorna à Sarthe - agora devidamente autorizada pela ACO - e ergue uma passarela no final da reta dos boxes, feita de madeira e metal. Em 1953, um segundo Arco Dunlop foi erguido na entrada da Tertre Rouge que durou até 1979.
Ao passar dos anos, além das reformas que foram feitas e do local onde foi construída levar o nome de "Curva Dunlop", o arco foi transferido para o ponto mais alto do circuito em 1965, onde se encontra atualmente.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário