quarta-feira, 20 de maio de 2015

24 Horas de Le Mans em 83 fotos: 7ª A quarta da Bentley

O grande ano da Bentley em 1929: as quatro primeiras colocações para a equipe em Sarthe
Após um duelo de tirar o fôlego no ano anterior, a Bentley partiu para a edição de 1929 precavida: além dos confiáveis modelos 4 1/2 Litre eles levaram outro carro que ainda estava em fase de desenvolvimento, denominado "Speed Six", mas sem sobrealimentação. Portanto, os ingleses partiriam para a disputa com cinco carros: os quatro "4 1/12 Litre" mais o "Speed Six" que foi confiado à dupla Capt. Woolf Barnato (vencedor de 1928) e Sir. Henry Birkin.
A Stutz tentaria, dessa vez, batero poderio da Bentley e após uma exibição que quase os levaram ao alto do pódio em 1928 com apenas um carro, a fábrica levou três "DV 32" para essa edição.
A prova teve a participação de apenas 25 carros, sendo que outros quatro (Du Pont; Alvis, Oakland e um dos Lagonda) acabarem se acidentando durante os treinos e não puderam correr.
A corrida tornou-se uma batalha caseira entre os cinco Bentley, que ao mesmo tempo também faziam um trabalho de proteção para que não tivesse a intervenção de nenhum adversário. A Stutz, que tanto incomodara o esquadrão inglês em 1928, não apresentou a mesma força e o melhor carro colocado foi o #5 de Guy Bouriet/ Phillippe de Rotschild (que correu com o pseudo nome de Georges Phillippe).
A Bentley acabou por surpreender: com um carro que pouco tinha testado e sem sobrealimentação, Barnato e Birkin levaram o Bentley "Speed Six" #1 a uma vitória improvável em Le Mans. E eles foram escoltados pelos outros três Bentley 4 1/2 Litre, formando assim o primeiro quarteto de uma equipe no resultado final em Sarthe. O outro Bentley 4 1/2 Litre #11 abandonou com problemas de ignição.
Neste ano Le Mans sofreu a sua primeira mudança de traçado, quando a parte do Pontlieue foi desativada após sérios acidentes e assim o circuito foi diminuído em 922 metros. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário