quinta-feira, 21 de maio de 2015

24 Horas de Le Mans em 83 fotos: 8ª Até mais, Bentley!

Os vencedores: no carro, Woolf Barnato e Glen Kidston, ladeados por Dick Watney e Franck Clement, que estavam no comando do Bentley #2 que terminou em segundo

As senhoras em Sarthe: os sorrisos de Marguerite Mareuse e Odette Siko, após a ótima sétima colocação em Sarthe
As edições passadas tinham mostrado a resistência mecânica, velocidade e estratégia da Bentley, mas agora, assim como foi com a Stutz em 1928, eles depararam com o desafio lançado pela Mercedes com seu modelo SS pílotado por Christian Werner e um "tal" de Rudolf Caracciola e tendo no comando geral a figura folclórica de Alfred Neubauer.
O solitário Mercedes desafiou o trio de Bentley Speed Six sem nenhuma cerimônia. Como uma uma repetição de 1928, os tempos de volta despencaram, mas desta vez de forma vertiginosa. Se num momento os Bentleys eram velozes, o Mercedes respondia em seguida e isso foi registrado em meio a duelos ferrenhos entre os Bentley e o Mercedes. Os tempos caíram da casa de 7 minutos e 01s para 6 minutos e 48 segundos, ma esta melhor marca não foi alcançada por nenhuma das duas equipes protagonistas: Tim Birkin, pilotando um Bentley de equipe particular, é quem ficou com a melhor volta.
Infelizmente, na 84ª volta, o Mercedes abandonou a prova e deixou o caminho aberto para que a Bentley vencesse pela quinta vez - quarta consecutiva - as 24 Horas de Le Mans. Woolf Barnato, em parceria com Glen Kidston no Bentley #4, levava pela terceira vez - em forma consecutiva - a prova em Sarthe, tornando-se até então o maior vencedor.
Aquela edição de 1930 contou com apenas 17 carros. A grande depressão econômica de 1929 acabou por forçar a saída de várias fábricas do campo automobilístico e com isso, a presença delas de forma maciça foi prejudicada até a metade dos anos 30.
Nessa mesmo ano, verificou-se a primeira participação de mulheres em Sarthe: as Marguerite Mareuse e Odette Siko tomaram posse de um Bugatti T40 - inscrito por Marguerite - e conseguiram uma bela sétima colocação.
Para história, ficou a última participação da Bentley em Le Mans. Estiveram desde a primeira edição em 1923 até 1930, colecionando 5 vitórias - sendo quatro delas consecutivas - e cravando os legendários "Bentley Boys" ( Capitão Woolf Barnato, Sir Henry Birkin, George Duller, Glen Kidston, Sammy Davis e Dr. Dudley Benjafield) na história da grande corrida.
A Bentley, agora em posse do grupo Volkswagen, reapareceria em Le Mans nos anos 2000 e venceria a edição de 2003 (exatos 80 anos da sua estréia em Sarthe) com o modelo "Speed 8", com Rinaldo Capello/ Tom Kristensen/ Guy Smith ao volante e na segunda colocação o outro "Speed 8", conduzido por Mark Blundell/ David Brabham/ Johnny Herbert.

Nenhum comentário:

Postar um comentário