sexta-feira, 8 de maio de 2015

Foto 513: Villeneuve e Jones, Montreal 1979


“Não conseguia acreditar naquilo. Ele pura e simplesmente não aceita que foi batido. Suei que nem um doido para lhe ganhar dois segundos, relaxei durante duas ou três curvas e ali estava ele a encher-me os espelhos retrovisores. Aquele balde de merda vermelho em cima de mim. Tive que continuar rápido o resto da corrida porque sabia que se ele me passasse não teria mais hipótese de passá-lo outra vez.”
A frase é de Alan Jones, referindo-se a uma característica que já tinha sido percebida há tempos em Gilles Villeneuve: de nunca desistir, qualquer que fosse a condição. 
Provavelmente isso foi dito após o GP do Canadá de 1979, quando ambos fizeram uma corrida de "gato e rato" depois que Gilles assumiu a liderança na largada e perdendo-a para Alan na volta 50, quando estavam a contornar o hairpin. 
E hoje completa 33 anos do desaparecimento do fabuloso canadense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário