segunda-feira, 11 de julho de 2016

GP da Grã Bretanha: O fator Verstappen



Se a corrida estiver monótona, chame o Max que ele resolve. Mais ou menos assim, é que devem pensar os fãs da Fórmula-1 quando as coisas vão de mal a pior nas etapas. E não tem sido diferente quando o pequeno prodígio resolve aparecer: uma ultrapassagem estonteante sobre Nico Rosberg na curva que antecede a Hanghar Straight foi sem dúvida o grande momento da prova de ontem, isso sem contar a inúmeras voltas onde ele soube segurar bem o assédio de Rosberg, que tentava como podia recuperar a segunda colocação. As coisas só se resolveram quando Nico conseguiu ultrapassar o jovem holandês no final da mesma reta, aproveitando-se bem da asa móvel e também do fato de Max estar com os pneus traseiros bem desgastados. Mas sem dúvida foi uma bela apresentação de Verstappen, que acabaria coroado com a segunda posição devido a punição de dez segundos de Rosberg.
Nada mal até para um garoto que era visto com (muita) desconfiança por conta de sua pouca idade e que agora já é um dos top drivers a categoria.
Não é à toa que a audiência na Holanda tenha triplicado desde a sua chegada na F1. E a tendência é que aumente ainda mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário