segunda-feira, 17 de junho de 2019

87ª 24 Horas de Le Mans: Ford GT desclassificado na LMGTE-PRO e AM



Não foi o final que a Ford planejava para a sua última participação nas 24 Horas de Le Mans – pelo menos como equipe oficial. O #68 da marca oval na classe LMGTE-PRO, pilotado por Joey Hand/ Dirk Müller/ Sébastien Buemi, foi desclafficado por causa do fluxo de combustível que acabou injetando mais gasolina que o permitido. Por conta do Bop feito para equalização da categoria, o tanque de combustível foi estipulado para comportar 97 litros e nesse caso do #68 acabou passando do limite (97,8 litros) e por conta disso a exclusão da classe PRO. Subiram para a quarta posição o outro Ford GT #67 conduzido por Andy Priaulx/ Harry Thincknell/ Jonathan Bomarito.
A outra desclassificação de um Ford se deu na LMGTE-AM onde o vencedor #85 da Keating Motorsport, pilotado por Bem Keating/ Jeroen Bleekemolen/ Felipe Fraga, acabou perdendo a vitória na classe pelo mesmo problema do #68. Mas antes disso, já havia tomado uma punição de 55 segundos por causa do não cumprimento do tempo mínimo de parada de box que é de 45 segundos. Os registros mostravam as paradas na casa dos 44’’4 segundos. Os comissários chegaram no tempo da penalidade de 55’’2 segundos através de um cálculo feito pela diferença no tempo de reabastecimento (0,6 segundo por parada) multiplicado pela quantidade de paradas que o carro fez (24) e multiplicado por 4. A equipe não irá recorrer. A vitória na AM ficou para os campeões da classe Jöerg Bergmeister/ Patrick Lindsey/ Egidio Perfetti do Porsche #56 da Project 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário