domingo, 16 de junho de 2019

87ª 24 Horas de Le Mans: Toyota lidera e mudanças na LMP2


Faltando menos de duas horas para o final das 24 Horas de Le Mans, algumas mudanças em Sarthe: o G-Drive #26 esteve muito bem durante boa parte das últimas horas, principalmente após domar o ímpeto dos pilotos do Signatech Alpine #36 e distanciar deles a ponto de ter uma diferença confortável. Mas em um de seus pit-stops pela manhã, acabou arruinando a oportunidade de vencer mais uma vez na LMP2 quando o motor de arranque parou de funcionar. Isso deixou-os de fora por vinte minutos para que conseguissem fazer os reparos e acabaram retornando para a prova. Agora ocupam a sétima posição.
Quem também teve problemas foi o #32 da United Autosport que teve um parte traseira se soltando em plena Mulsanne e que também foi aos boxes para os reparos necessários. Ocupam a 14ª colocação neste momento. A Dragonspeed #31 teve um acidente com Maldonado ao volante e ocupam a 18ª posição na classe. A liderança nessa classe pertence ao #36 da Signatech Alpine, seguido pelo #38 da Jackie Chan e pelo #28 da TDS.
Na LMP1 a Toyota continua muito bem, sempre com a formação inicial: o #7 lidera com o #8 logo em seguida. O Rebellion #3 ocupava a segunda posição quando aparentou problemas e teve que ser recolhido para os boxes e agora está na quinta posição. A terceira posição está sob o comando do #11 da SMP. O ByKolles acabou abandonando por problemas.
Na LMGTE-PRO a AF Corse continua na liderança com o seu #51 e sempre com os Porsche na cola (#91 e #93). O Porsche #92 que esteve muito bem por boa parte das horas, acabou apresentando problemas no exaustor e perdeu um bom par de voltas. Neste momento ocupa a 11ª posição. Para a Corvette, que já havia perdido o #64 na batida de ontem na Porsche Curve, por muito pouco não perdeu o #63 com Jan Magnussen ao volante quando este rodou também na Porsche Curve e quase fazendo um belo estrago. Conseguiu voltar e agora ocupa a oitava posição na classe.
Na LMGTE-AM apenas um pequeno susto para o líder Ford GT #85 que escapou, mas sem maiores consequências. Em segundo aparece o Porsche #56 da Project 1 e o terceiro para o #84 da JMW. Essa classe ainda teve dois incidentes: o #86 da Gulf Racing que bateu na Indianapolis e que agora ocupa a décima posição e também o Ferrari #60 da Kessel Racing, que rodou na entrada para a Porsche Curve e acabou na brita. Ocupa a 14ª colocação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário