segunda-feira, 11 de abril de 2011

GT Brasil- Interlagos- 1ª Etapa

No início da quinta temporada de sua existência, o GT Brasil teve duas corridas distintas neste fim de semana em Interlagos. No sábado uma prova dominante da dupla Khodair/Hahn (Lamborghini Gallardo) e no domingo a corrida terminando antes do tempo por causa da chuva, Xandy/Xandinho Negrão levando o Audi R8 à vitória. Houve também as estréias dos Corvetes Z06 (pilotado pela dupla Claudio Dahruj/Rodrigo Sperafico e outro ficando ao comando de Pedro Queirolo), Ferrari 458 (da dupla Chico Longo/Daniel Serra) e do Aston Martin Vantage (pilotado por Eduardo Souza Ramos/Leandro Almeida) sendo que este último corre na categoria GT4.
Após sair da pole na primeira corrida, Khodair viu-se surpreendido pelo Corvete de Sperafico que o passou na largada. Mas problemas no carro de Sperafico, alijou-o da primeira posição,mas não da corrida. Daí em diante Khodair aumentou a diferença para o Corvete e quando parou nos boxes, Hahn assumiu o volante e só administrou a diferença paraa vencer na GT3 após um ano de jejum. Na GT4 a vitória ficou com Laganá/Hellmeister (Ferrari 430 Challenge), seguidos por Rossete/Greco (Ferrari 430 Challenge) e Ramos/Almeida (Aston Martin Vantage) fechando em terceiro.
 O Lamborghini da dupla Khodair/Hahn, vencedores no sábado...

 ... e o Audi R8 de Xandy/Xandinho Negrão, vencedores no domingo. Logo atrás, o Ford GT de Brito/Stumpf e o outro Ford GT de Boni/Moro

No domingo a vitória parecia estar nas mãos da dupla Brito/Stumpf (Ford GT) quando a chuva começou a embaralhar a prova. Para quem foi aos boxes antes do aguaceiro desabar, levou a sorte. E este foi o caso de Xandy/Xandinho Negrão. O velho Xandy assumiu o volante do Audi R8 na metade da corrida, quando a chuva começo a apertar em Interlagos. E foi neste momento que a dureção de prova decidiu colocar o safety car na pista, pois a àgua era muita em praticamente todo o circuito. Com 75%da prova realizada, a direção decidiu encerrar a corrida e assim a vitória ficando para o pai e filho do Audi R8. Em segundo fechou Brito e Stumpf e em terceiro o Corvete de Sperafico/Dahruj. Na GT4 o resultado foi o inverso do de sábado: Greco/Rossete venceram, com Hellmeister/Laganá em segundo e Sant'anna/De Rey (Ferrari 430 Challenge) ficando em terceiro.
Baseando-se no que foi apresentado nesta primeira etapa, os Ford GT ainda são favoritos e bem próximos deles aparece o Lamborghini do Khodair e Hahn . Mas não podemos descartar a boa apresentação do Corvete, que esteve forte em Interlagos e que também pode vir fazer frente aos dois. O Audi R8, segundo boatos, deve ser substítuido em breve por um Lamborghini, o que credencia a dupla Xandy e Xandinho Negrão à favoritos também. As Feraris 430, gradualmente, devem ser substituídas e não foi difícil de ver que nenhuma delas estiveram em condições de vencer em Interlagos. A 458 do Chico Longo e Daniel Serra estreou apenas na sexta sendo que no shakedown de quinta, o carro ainda não estava pronto e isso refletiu na corrida com uma atuação apagada da dupla. E os Vipers ficaram para trás também. Ora por problemas mecânicos ou punições. Mas são carros que devem ser vistos com outros olhos, pois são extremamente rápidos.
Na GT4 a batalha será tão intensa quanto o da GT3. Os Ferraris Challenge foram absolutos em Interlagos, mas já vistam no seus retrovisores a chegada do Aston Martin Vantage que foi bem na sua estréia. Os Ginetas foram mal nesta primeira etapa, mas são carros que ainda brigarão pela dianteira nas corridas. Os velho Maserati Trofeo não tem mais gás algum para acompanhar os demais. São carros defasados que serão substitídos pelos Gran Sport no decorrer do campeonato.

FOTOS: FERNANDA FREIXOSA (SITE GT BRASIL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário