sábado, 13 de janeiro de 2018

Foto 679: A nova Woodcote, 1975

A então nova Woodcote...
Jochen Mass e Brian Henton (mais atrás, com a Lotus) durante o final de semana do GP da Grã-Bretanha de 1975, experimentando a nova Woodcote que deixava de ser uma rapidíssima curva a direita para dar lugar a uma nova chicane, que ajudaria a "quebrar" a velocidade num dos circuitos mais velozes do calendário até então.
Se perdia o desfile veloz da original Woodcote, ganhava-se no bailar dos carros no contornar da nova chicane.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Foto 678: Clay Regazzoni, Long Beach 1980

Uma breve sequência de fotos do acidente que encerrou a carreira de Clay Regazzoni, durante o GP de Long Beach de 1980.
Enquanto que aquele GP marcava a "passagem do bastão" entre as gerações de pilotos brasileiros, com a primeira vitória de Nelson Piquet e a terceira colocação de Emerson Fittipaldi, este também acabou marcando o fim melancólico para um dos nomes mais populares da categoria na década de 70.
Uma mistura de sentimentos naquela tarde nas ruas de Long Beach

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Foto 677: Michael Schumacher, 49

Quando se corre em equipes históricas, sempre existe aquela chance de pilotar um carro histórico. Michael Schumacher teve esta oportunidade - e talvez outras - quando na sua passagem pra lá de vitoriosa na "Rossa" de experimentar um carro histórico: o 126-CB2 foi utilizado por Tambay e Arnoux na temporada de 1983, que marcou a última conquista da Ferrari no Mundial de Construtores até que eles retomassem a taça em 1999. Dezesseis anos depois Schumacher foi a pista de Fiorano com este carro, tirar uma "casquinha". O teste foi em comemoração a vitória do piloto alemão em San Marino, local onde a Ferrari não vencia desde 1983. Na ocasião, Tambay venceu a prova com este carro.
Hoje o grande piloto alemão completa 49 anos.

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Foto 676: Há 50 anos, a derradeira de Clark

Enquanto que o mundial de Fórmula-1 se iniciava no circuito de Kyalami, aquele GP inicial tornaria-se histórico por ter sido o último em que Jim Clark competiu e venceu na categoria.
Apesar de um pequeno trabalho que tivera com seu conterrâneo Jackie Stewart nas primeiras voltas, Clark não teve adversários a altura após assumir a liderança daquele GP sul-africano chegando abrir, em algumas voltas, cerca de um segundo para os demais.
Jim terminou a prova com 25 segundos de avanço sobre Graham Hill. A terceira colocação foi de Jochen Rindt.