quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Foto 540: Michael Schumacher, 15 anos atrás

O ápice de um grande momento do esporte. Assim podíamos ter definido aquele final do GP do Japão de 2000, quando Michael Schumacher chegou ao tão desejado tri-campeonato e tirou a Ferrari da famosa e incômoda fila de 21 anos sem o título de pilotos. Foi uma festa tremenda.
A corrida foi a mais tensa possível, com Schumi e Hakkinen a se marcarem implacavelmente de perto, desde uma pole apertadíssima à favor do alemão até uma prova pautada pelo nervosismo e estratégia, que acabou brindando um trabalho que começou em 1996 no meio de um caos em Maranello que foi aos poucos sendo arrumado. Se 1996 as condições não eram favoráveis, 97 eles estiveram próximos da conquista senão fosse a burrada de Michael em jogar o carro contra Jacques Villeneuve em Jerez, ou até mesmo o duplo azar na prova final em Suzuka 98; o acidente de Silverstone em 99 o impossibilitou de chegar ao título, algo que parecia bem possível, mas 2000 essa não escapou.
A verdade é que aquela conquista em 8 de outubro desencadearia uma época dourada para ele e a Ferrari.
A Fórmula-1 entrava na era do vermelho escarlate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário