quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Foto 559: Jerez, 1997

Talvez Michael Schumacher estivesse pensando que errara o cálculo - ou da besteira que fez - na manobra para cima de Jacques Villeneuve na final do campeonato de 1997 em Jerez De La Frontera, no Grande Prêmio da Europa. Tentou repetir o "sucesso" de 1994, quando havia feito o mesmo com Damon Hill em Adelaide, mas desta vez o tiro saiu pela culatra.
Havia sido um campeonato fascinante, com o velho Michael a tirar o máximo de sua Ferrari frente ao poderoso conjunto da Williams Renault naquela temporada de 1997. Foram cinco vitórias, três voltas rápidas e três poles e 78 pontos marcados naquele ano, que foram retirados como punição após o acontecido naquela prova em Jerez. Os demais resultados como vitórias, poles e melhores voltas, foram mantidos.
Para Jacques Villeneuve foi a consagração com o título mundial logo na sua segunda temporada na categoria e Heinz Harald-Frentzen herdou o segundo lugar no campeonato. Aquela prova marcou, também, a passagem do bastão no domínio da F1: a Mclaren venceu com Mika Hakkinen aquela prova - a primeira dele na categoria - e a Williams encerrava um ciclo vitorioso na F1 com a parceria com a Renault, que deixava o mundial. A partir de 1998, as coisas mudariam de figura com a Mclaren passando a ser o carro do momento e o motor Mercedes o mais poderoso.
Saudades dos tempos em que a Fórmula-1 encerrava o certame na Europa, no Japão, Oceania ou até mesmo aqui no Brasil, em pistas bem tradicionais e atraentes...

2 comentários: