Le Mans Classic 2018

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Luiz Pereira Bueno (1937-2011)

Normalmente costumo dizer que nasci numa época errada, das quais os pilotos (não todos) dão mais valor ao dinheiro e a farra. Na época de ouro do automobilismo mundial e nacional, tivemos grandes pilotos que faziam aquilo que gostavam e respeitavam os seus adversários. Hoje um deles se foi. Luiz Pereira Bueno se foi hoje pela manhã em Atibaia. Tive a oportunidade de vê-lo apenas duas vezes: uma durante uma prova de regularidade, que fazia parte do fim de semana dos 500 Km de Interlagos de 2002, quando ele pilotou o seu lendário Maverick Berta com as cores da Hollywood. A outra foi durante uma etapa do campeonato paulista. Não conversei com ele, pois estava à trabalho, mas fiquei satisfeito em vê-lo. Agora ele se juntará à outros ases de sua época e aumentará a competitiva corrida lá no céu, concerteza.
Descanse em paz, Luizinho!

Um comentário:

  1. É amigão!!!
    Esse fim de semana no nosso "templo" vai ser no mínimo diferente.
    Pra mim será triste, esse Peroba era um grande cara. Tenho ótimas recordações do piloto que era impar mesmo.E do ser humano...
    A vida é assim, quando a gente menos espera um amigo vai embora . Sempre deixamos algo por fazer em prol dos amigos e é isso que judia mais.. Saber que poderiamos ter feito algo a mais e não fizemos...Isso dói... No caso dele lá pelos anos 75 76, por aí, ele perguntou meu nome. e depois sempre que a gente se via ele nunca deixou de dizer o meu nome, perguntar como estavam as coisas e se tinha alguma novidade pra ele, por que ele sempre tinha uma pra mim...Era um amigão, brincalhão.
    ""As curvas que ele fazia podia ser com qualquer carro, eram sempre diferentes""", mais bonitas mais plásticas. Era bonito de ver quando um porsche ou maverick fazia de lado, era legal ver a barata andando pro lado certo da curva e as rodas dianteiras apontando pro outro lado. Quando isso acontecia o adversário ficava preocupado. Por que pro Luizinho passar não era o problema, era pro adversário que sabia que o cara ia chegar e passar não tinha jeito de evitar....Só se a máquina quebrasse...
    É,,, ainda tá valendo, vai continuar valendo Sr. Luis Pereira "Peroba" Bueno. Até um dia naquela mesinha....

    ResponderExcluir