segunda-feira, 9 de maio de 2011

GP da Turquia- Corrida- 4ª Etapa

A chegada da F1 à Europa não mudou em nada o panorama visto nas últimas três etapas. Até digo que pela performance apresentada no domingo em Istambul Park, será complicado alguém fazer frente à Vettel caso não tenha um fator que mude o curso desta história. Ele desapareceu na frente após uma largada tranqüila, sem problemas, para garantir sua terceira vitória em 4 corridas disputadas até aqui. Ele pareceu estar imune a todos os problemas enfrentados pelos demais concorrentes, que sofreram à beça com os pneus que se desgastavam excessivamente. Isso acabou sendo um uppercut nas equipes que apostavam num clima mais frio, já que a sexta-feira fora de tempo ruim e o sol do sábado e domingo acabou por mudar todas as estratégias de paradas. E isto serviu para que tivéssemos uma corrida com vários duelos interessantes e intensos por diversas posições.
Mesmo com uma corrida à parte de Vettel, podemos contemplar disputas memoráveis. Button VS Hamilton, Massa Vs Rosberg, Alonso Vs Webber, Button Vs Massa, Kobayashi Vs Schumi, foram alguns que abrilhantaram a prova turca. Claro que devemos muito aos pneus e a asa móvel por estes momentos, mas acredito que mesmo sem o subterfúgio da asa poderíamos ter uma série de ultrapassagens. Os pneus se desgastaram de tal forma que os pilotos perdiam tração facilmente nas saídas de curvas e isso proporcionava a aproximação do piloto de trás com facilidade. Em um dos duelos entre Massa e Rosberg ficou claro isso. O brasileiro perseguiu o alemão por toda a curva 8 praticamente colado e foi efetuar a ultrapassagem em um ponto muito pouco usado, que é no final da reta que antecede o “S” antes da reta de uso da asa móvel. Se bem que Massa não pode segurá-lo logo em seguida, perdendo a posição novamente para Nico. A maioria dos pilotos parou nos boxes quatro vezes. Apenas Button e Barrichello, que pararam três vezes, acabaram perdendo posições, pois seus pneus duros não agüentaram o ritmo final frente ao demais que usavam pneus macios ou duros novos na parte final da corrida. Valeu pela ousadia deles, mas não deu certo assim como já havia sido certo a escolha de Vettel em Xangai de parar apenas 2 vezes contra três da concorrência. Acredito que em situações como esta da Turquia, onde Button e Barrichello apostaram em uma parada a menos que o restante é melhor sacrificar o Q3 usando um jogo de pneus duros e fazer um stint mais longo na corrida e assim terá dois jogos de pneus moles para a parte final da prova. Como o pneu duro tem uma longevidade de até 30 voltas, mesmo podendo se desgastar antes dessa previsão é uma aposta a ser levada em diante.
A prova foi boa para Alonso, que pode conseguir o primeiro pódio para a Ferrari neste ano. E o melhor: seguiu de perto Webber, com quem duelou pela segunda posição na parte final da prova. A Ferrari saiu satisfeita e só não marcou pontos com os segundo carro, porque Massa caiu de rendimento durante a prova e terminou em 11º após ter passado todo o tempo entre os pontuáveis. Rosberg fez outra bela corrida e mostra que a Mercedes já está no encalço da Mclaren nos treinos e pelo menos, nas corridas, pode incomodá-los como fez ontem em Istambul. Destaco também a prova de recuperação e o alto número de ultrapassagens de Kamui Kobayashi, que largou em 22º após ter perdido todo o treino de classificação devido um problema a bomba de combustível. Só Schumi levou, pelo menos, três ultrapassagens do japonês. A jornada da Mclaren não foi tão proveitosa: Hamilton vagueou entre a quarta e a sétima posição na corrida e logo com dez voltas de corrida, seus pneus já haviam se degradado, assim como o de Massa. E isto se repetiu em outras oportunidades na corrida que acabou privando-o pela briga por um lugar no pódio. Button, por certo momento, pareceu tentar um bote contra Vettel ao optar por apenas três paradas. Até funcionaria em outros tempos, mas o desgaste brutal destes Pirelli detona qualquer tipo de estratégia ousada e nem mesmo ele, que consegue preservar tão bem os pneus, foi páreo para isso e despencou de quarto para sexto na corrida.
Catalunha, circuito de Montmeló, será a próxima parada para a F1 realizar o GP da Espanha. E a pista é conhecida por ser historicamente dominada por carros construídos por Newey. Foi assim nos tempos da Williams e Mclaren e no ano passado e Webber venceu ano passado com folga. E o resultado de ontem em Istambul pode repertir-se com total folga em Montmeló. E para o Istambul Park fica desde já minhas saudades do mais belo e completo circuito dos muitos já construídos por Tilke. A curva 8 já é histórica.

Resultado Final
Grande Prêmio da Turquia
Circuito de Istambul Park- Istambul
8/5/2011- 4ª Etapa

1. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - 1h30min17s558
2. Mark Webber (AUS/Red Bull) - 8s807
3. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 10s075
4. Lewis Hamilton (ING/McLaren) - 40s232
5. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 47s539
6. Jenson Button (ING/McLaren) - 59s431
7. Nick Heidfeld (ALE/Renault) - 1min00s857
8. Vitaly Petrov (RUS/Renault) - 1min08s168
9. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso) - 1min09s300
10. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber) - 1min18s000
11. Felipe Massa (BRA/Ferrari) - 1min19s800
12. Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - 1min25s400
13. Adrian Sutil (ALE/Force India) - a 1 volta
14. Sergio Perez (MEX/Sauber) - a 1 volta
15. Rubens Barrichello (BRA/Williams) - a 1 volta
16. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) - a 1 volta
17. Pastor Maldonado (VEM/Williams) - a 1 volta
18. Jarno Trulli (ITA/Lotus) - a 1 volta
19. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus) - a 2 voltas
20. Jerome D'Ambrosio (BEL/Virgin) - a 2 voltas
21. Narain Karthikeyan (IND/Hispania) - a 3 voltas
22. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania) - a 5 voltas

Não Completaram
Paul Di Resta (ESC/Force India)
Timo Glock (ALE/Virgin)

Um comentário:

  1. Então,, foi mesmo um festival de muitas coisas!
    Festival de trocas de pneus, tem gente falando em mais de 80 pits, x 4 rodas uns 240 pneus usados!
    Um outro festival de "passadas"e poquissimas ultrapassagens!
    O uso da abertura das asas é muito legal de ver, mas pra quem está sendo ultrapassado deve ser muito frustante só ficar olhando...
    Alguem sabe quantas passadas e ultrapassadas tivemos nesse GP? Acho que nem dá pra contar...
    Um show, mesmo de ver , mas pra acompanhar é um saco, só dava pra saber que o Vetell era primeiro, o resto era uma confusão. Por falar em Vetell, ele usou a abertura da asa? Usou o Kers? Só se foi pra passar retardatário, eu acho!
    Engraçado foi ver o Schumi tomar tanto num dia só, ele mesmo está mostrando que na época dele não tinha nem piloto nem carro pra competir com as Ferraris. Ele nunca foi tão bom como o pessoal falou por anos, foi provado!.O Rubinho? Já sei por que ele não parou ainda!! É pra passar quantas vezes for possível pelo Schumi! E vai ser um monte!!Se o Schumi parar amanhã de manhã o Rubinho para amanhã a tarde!!!
    O pessoal das trocas de pneus da esquipes precisam fazer um curso intensivo com o pessoal da DTM que trocam os pneus de um carro em 3,2 seg de média. Ve só, uma parada sempre pode dar errado, em mais de 80 então? E foi o que aconteceu, não só com o Massa e o Hamilton, mas com um monte de gente.. Dessa vez o cara do pirulito salvou o box inteiro de uma grande batida ao segurar o Hamilton por alguns "segundos". Reflexo rápido o do cara, e do Hamilton em confiar segamente no mecanico..Mostrou o que é confiar no trabalho de equipe...
    Nessas dai, acho que quando forem renovar seus contratos os pilotos vão ter um monte de negativas quanto aos valores pedidos, ultrapassar ficou tão fácil que qualquer um passa hoje, é só esperar a "zona de ultrapassagens" e pronto,passou.. Ai pra que pagar aquelas babas de outros tempos, pega um cara do kart deixa ele dar umas voltas e pronto. Banalizaram a profissão de pilotos.. Só eles é que não perceberam isso.. Ainda!
    Realmente é um show pra se ver pela tv, mas corrida mesmo vai ficar dificil de ver, o que veremos muito é o piloto correr contra os próprios erros e os das suas equipes....
    Ainda não sei se ficou melhor ou não essa F-1 de hoje, prefiro esperar um pouco mais. Como novidade tá legal, e quando virar rotina mesmo?
    No mais a Red Bull racing é um festival de carro, que coisa, não tem adversários, só ela mesmo.. Com uma quebra, um erro, ou uma pane qualquer....
    Agora vc pode me falar alguma coisa sobre os pneus? Se vê, uns 240 trocados, e nenhum por furo? Na corrida passada também foi um montão de trocas e teve algum furo ou estouro na pista?
    Eu sinceramente não lembro!!!
    Esse pneus de hoje estão parecendo uma evolução dos antigos pneus de classificação que duravam umas 2 ou 3 voltas. Lembra deles?
    E, com esse negócio de pneu que se esfarela só de olhar, vai acontecer um marasmo danado é nos treinos, ninguem vai mais forçar pra economizar pra corrida... Já pensou ? Um piloto não ligar mais pras poles?Aí vai ser o fim mesmo!!!!
    Que festival!!!Mas por enquanto tá legal!
    Legal tava mesmo a DTM, a Future, o Linea e até as motos tava bom de ver, há é a gp2 também tava um festival de pneus estragados, trocas, e erros...
    Na dtm foi um festival também, não de pneus, mas de tambores de combustível pela pista, acho que pode deixar cair pela pista, né?
    E a gente fica lembrando de como eram as coisas naqueles anos 80 e vendo isso agora...é meio complicado.. Sabe o que eu tava reparando? lá naquela hoje infelismente finada curva 8 não tem o tal do muro bate e volta, tem muito pneu e muita área de escape pra segurança do povo... Só aqui, é que tem esse muro pra salvar "vidas"...
    É tô véio mesmo, as coisas mudaram muito....

    Gp to desabafando...

    ResponderExcluir