sexta-feira, 10 de abril de 2015

GP da China - Treinos Livres - 3ª Etapa

Lewis Hamilton: “Foi bem próximo entre nós e a Ferrari, e Nico [Rosberg] também está perto. Teremos uma corrida.
“Para ser honesto, não sei quanto andei em cada pneu. Com os médios, não pareceu tão bom, ainda temos que analisar e ver em comparação aos outros.
Tive um dia inteiro correndo hoje, o que faz uma grande diferença"

Kimi Raikkonen: “No geral, foi um bom dia de trabalho. Tivemos um problema com os freios à tarde, porém os mecânicos fizeram um trabalho muito bom e resolveram isso, então consegui voltar à pista para seguir em frente com o programa.
É um pouco cedo para previsões, ainda temos coisas para melhorar. Temos de garantir que tudo vai funcionar para termos outro bom dia, sem quaisquer questões e problemas, e então, vamos fazer nosso melhor para a classificação e a corrida”


Daniel Ricciardo: “Tivemos uma boa sexta-feira, andamos o que foi possível ao longo das sessões e nosso ritmo parece ser bom. Tivemos algumas atualizações aerodinâmicas e a dirigibilidade está cada vez melhor. Definitivamente tivemos uma melhora, e isso é tudo o que podemos pedir. Obviamente, temos que percorrer mais alguns passos, mas estamos caminhando no rumo certo, então isso é positivo.”


Sebastian Vettel: "Em geral, eu estou feliz com o carro. Acho que podemos melhorá-lo, é para que a sexta-feira normalmente serve. Em um cenário ideal, eu gostaria de ter dado mais voltas, mas foi uma sessão solida para a equipe também. Eu acho que podemos dar um passo à frente amanhã.
A Mercedes estava muito forte hoje, nas duas sessões e em todas as entradas na pista, e eu acho que para nós o mais importante é garantir que vamos dar este passo durante a noite. Eu acho que tem algumas coisas que podemos ajustar e então vamos ver onde chegamos. A prioridade número 1 é ficar logo atrás. Se não ficarmos, temos que garantir que ninguém vai nos passar. É só a terceira corrida do ano, e é uma pista completamente diferente, condições diferentes, é novo para todo mundo. O mais importante para nós é pensar em nós mesmos e dar um passo depois do outro.
Eu acho que, em geral, nós temos um bom carro, então podemos sempre ficar confiantes. Mas são só os primeiros dias. Então a meta principal é assegurar que vamos chegar atrás da Mercedes, você precisa aceitar que eles são muito fortes. Com o passar do tempo, obviamente, vamos tentar ficar cada vez mais próximos.
É crucial, mas eu acho que estava normal para todos, provavelmente não tão louco como vimos em outros anos."


Nico Rosberg: "Temos um carro incrível. Temos que olhar agora exatamente onde estamos. Seremos os mais rápidos em uma volta, em ritmo de corrida é que precisamos olhar melhor.Talvez eles consigam nos superar. Mas acho que seremos rápidos"



Daniil Kvyat: “Estamos investigando o que aconteceu com os freios, parecia que eu não podia parar o carro, então precisamos aprender sobre. Tudo estava bem até o fim do TL2. Foi uma pena que eu não pude dar uma sequência maior de voltas, mas ainda assim foram muitas voltas. Trouxemos algumas atualizações para cá e elas parecem bem positivas”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário