domingo, 11 de julho de 2010

Webber vence o GP inglês e Vettel

Ontem tinha escrevido sobre as duas primeiras filas no final do texto sobre o classicatório. Achava que a tensões entre Vettel-Webber na primeira e Alonso-Hamilton na segunda fila, poderia garantir um início de prova eletrizante. E realmente foi o que aconteceu, apesar de não haver disputas diretas e constantes, Vettel acabou largando mal, tentou fechar Webber, perdeu a primeira posição na Copse e na entrada da Maggots, escapa caindo assim para último sem contar, claro, com o pneu furado que o atrasou e muito. Alonso também largou mal, mas conseguiu ficar em quinto após ter tocado no pneu traseiro direito de Massa que disputava a posição com ele. Assim o piloto brasileiro também ficou com o pneu furado e teve que ir aos boxes trocá-lo, arruinando a sua corrida.
Até a 29ª volta a corrida se manteve tranquila, com Webber administrando bem a diferença para Hamilton ao virar voltas muito rápidas. Neste momento houve a entrada do Safety Car para retirar detritos da asa traseiro do Sauber de De La Rosa que se soltou na reta de largada e na Hangar Straight. Após duas voltas, o Safety saiu e deu chance para Vettel arrancar de 11º para terminar em sétimo, após bela briga com Sutil por essa posição. Para Massa o final de semana foi complicado e além de ter tido o furo do pneu no início da prova, acabou rodando na Woodcote quando estava em 11º. Aproveitou e foi aos boxes, mas Ferrari não estava pronta e sua parada foi extremamente demorada. Acabou em 15º logo atrás de Alonso que foi punido por cortar caminho no "S" após a Club, na disputa pela 5ª posição com Kubica quando ultrapassou o polonês. Cumpriu o Drive&Through após a saída do Safety e com isso caiu para o fim do pelotão. Final de semana terrível para a Ferrari que imaginava chegar no pódio com o espanhol.
A Mclaren ainda pode festejar algo, afinal Hamilton saiu bem na largada e pulou de quarto para segundo, onde terminou e Button, que saiu em 14º, conseguiu levar seu carro até a quarta posição o que se pode considerar um vitória para ele após o péssimo treino de ontem.
A corrida em si foi boa mas a partir, somente, da 31ª volta quando o Safety havia saído. Desse modo várias disputas por posições ocorreram e corrida ganhou algum interesse.
Sobre o novo traçado de Silverstone, este me agradou bastante mantendo o espiríto veloz que é característica do grande circuito inglês. Mas para o próximo ano terão que rever o asfalto que é cheio de ondulações e isso foi alvo de críticas dos pilotos, que mesmo assim elogiaram a nova parte do circuito. Não gosto de mudanças em pistas tradicionais, que acabam, as vezes, matando o seu layout. Em Silverstone foi bem feito e eles não cometeram o erro de Hockenheim, quando este foi reformulado para 2003 e acabou perdendo as grandes retas que invadiam a Floresta Negra deixando-o como um circuito qualquer.
Para a Red Bull essa corrida marca uma nova fase que não será muito fácil de se controlar. O mal estar entre seus dois pilotos, instalada desde o GP da Turquia, se agravou ainda mais após o acontecido de sábado sobre a asa retirada do carro de Webber e colocada no de Vettel e ainda mais após a largada do dois hoje. Chega a hora da equipe decidir quem vai para as cabeças.
Webber à frente de Vettel na Copse após a largada: o jovem alemão largou mal e perdeu a primeira posição e na segunda curva jogou sua corrida no lixo após uma escapada. Hamilton, que está logo atrás de Webber, seguio o australiano mas não teve velocidade suficiente para ameaçar a vitória de Mark.


Vettel e Massa com pneus furados na primeira volta em Silverstone: o alemão dechapou o pneu após a escapada na curva Maggots e Massa teve um furo proveniente da disputa com Alonso na mesma curva. Ambos cairam para o fundo do pelotão, mas Sebastian terminou a corrida em sétimo enquanto Felipe acabou em 15º

Cortando caminho hein Alonso!: o piloto espanhol tomou um Drive&Through, mas só pode cumpri-lo após a saída do safety o que arruinou sua prova totalmente. Mais um erros dos comissários que demoraram em dar a punição, assim como foi com Hamilton em Valência.


RESULTADO FINAL
Grande Prêmio da Inglaterra- 10ª Etapa
Silverstone- 11/7/2010


1. Mark Webber (AUS/Red Bull) - 1h24min38s200
2. Lewis Hamilton (GBR/McLaren) - a 1s360
3. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 21s307
4. Jenson Button (GBR/McLaren) - a 21s986
5. Rubens Barrichello (BRA/Williams) - a 31s456
6. Kamui Kobayashi (JPN/BMW Sauber) - a 32s171
7. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - a 36s734
8. Adrian Sutil (ALE/Force India) - a 40s932
9. Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - a 41s599
10. Nico Hulkenberg (ALE/Williams) - a 42s012
11. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India) - a 42s459
12. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso) - a 47s627
13. Vitaly Petrov (RUS/Renault) - a 59s374
14. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 1min02s385
15. Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 1min07s489
16. Jarno Trulli (ITA/Lotus) - a 1 volta
17. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus) - a 1 volta
18. Timo Glock (ALE/Virgin) - a 1 volta
19. Karun Chandhok (IND/Hispania) - a 2 voltas
20. Sakon Yamamoto (JPN/Hispania) - a 2 voltas

Não completaram:
21. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) - volta 45
22. Pedro de la Rosa (ESP/Sauber) - volta 30
23. Robert Kubica (POL/Renault) - volta 20
24. Lucas di Grassi (BRA/Virgin) - volta 10

Melhor volta da prova:
Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 1min30s874

Nenhum comentário:

Postar um comentário