quinta-feira, 30 de julho de 2009

Substituto de luxo

Pra ser sincero, não acreditava muito nessa negociação mas como na F1 nem tudo é mentira, também não abaixei a guarda e fiquei esperando o desenrolar desse papo. E não é que o alemão topou voltar!


Pela quantia de 8,5 milhões de doláres, por corrida, diga-se de passagem, Schumi resolveu deixar sua aposentadoria de lado para substituir o covalescente Massa a partir do GP da Europa, em Valência.


A Ferrari já começou um trabalho de preparação física, afinal Schumacher está fora de combate desde 2006 quando encerrou sua carreira e desde ano passado não treina com F1, quando testou o F2008 em abril do ano passado em Montmeló, Espanha.


Será interessante ver Schumi de volta. A F1 passou por transformções radicais desde sua saida, mas e como vai se sair o heptacampeão???


Se sabe que sua condição física não é das melhores, mas também não está gordo, porém seu ritmo de prova estará abaixo dos demais e isso vai complicar as coisas para o alemão.


Mas e se ele vencer? Claro que ai vão aparecer muitas "Mães Dinahs" dizendo "eu já sabia, afinal ele é o melhor e a F1 continua a mesma". Caso ele perca, vai muita história, tipo " não deveria ter voltado" e outras coisas mais. Essas pérolas vão sempre aparecer, mas o mais legal de tudo será a volta do maior recordista, pelo menos por essas corridas até a volta de Massa.


Schumi vai fazer o mesmo caminho dos novatos, testando em um simulador na FIAT já que os testes estão proibidos e o máximo que podem é fazer testes em linha reta.


A sua volta me fez lembrar Mansell em 94 quando foi chamado as pressas para substituir o falecido Senna na Williams. Ele retornou no GP da França daquele ano e de cara marcando a pole. Mas na prova, a partir de uma largada foguete da terceira posição, Michael Schumacher, de Benetton, ignorou a presença do leão e cravou a primeira de sete vitórias em Magny Cours e ao final do ano sagrou-se campeão.


E, 15 anos depois, Schumi se encontra na mesma condição, mas se seu desempenho será pífio como o de Mansell em 94, só depois de Valência que vamos ter essa confirmação.


Mas ainda acho que é só o tempo de pegar a mão do carro que ele ainda não teve chance de testar, mas tem informações sobre o mesmo o que pode ajudar um pouco.


Tratando-se de Schumi não se pode duvidar de nada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário