domingo, 28 de março de 2010

Análise dos dez primeiros- GP da Austrália

Jenson Button- Depois da confusão da largada, pensava-se que estaria fora da briga por até um lugar no pódio. Mas foi astuto ao colocar pneus de pista seca no momento em que estava começando a secar. Não tinha chances contra Vettel, mas o alemão teve mais um problema e abandonou a prova e ele herdou a vitória. Teve um ritmo muito bom.


Robert Kubica- Sua largada pulando de nono para quarto, beneficiado pela confusão da largada, já estava de bom tamanho para o polonês. Mas com a parada dos demais e tendo uma boa velocidade, subiu para segundo após saída de Vettel e sustentou com garra a posição contra carros mais velozes como Hamilton e Massa. Talvez não tenha sorte igual em outras provas.


Felipe Massa- Os problemas de aquecimento nos pneus indicavam uma corrida complicada para ele, mas a sua largada foi fabulosa e o ajudou muito no desenrolar da prova. Travou bons duelos contra Webber, Hamilton e Alonso e conseguiu chegar em terceiro. É segundo no mundial de pilotos.


Fernando Alonso- Talvez se não fosse a rodada após a largada, teria discutido a vitória com Button. Recuperou-se bem e acabou esbarrando em Massa, bem no momento em que tinha ritmo melhor que o brasileiro e ficou ali até o fim da prova. Sua batalha contra Hamilton foi genial.


Nico Rosberg- Dessa turma que disputou com garra as posições, ele foi o mais comedido. Ficou só observando o que acontecia e herdou duas posições com o incidente de Webber e Hamilton no fim da prova. Com relação à Schumi, deu outro passeio.


Lewis Hamilton- Uma ótima demonstração de como se ultrapassar na F1. Ele foi o rei das ultrapassagens e arrojo na pista e nisso cometeu alguns erros. Ótimos duelos contra Kubica, Massa, Webber, Alonso que garantiram a emoção da prova. Mas dai encontrou a porta fechada de Alonso numa disputa e Webber acertou-o por trás. Assim como Button, mostrou que os Mclarens estão fortes.


Vitantonio Liuzzi- Largou em 13º e foi subindo de posições, beneficiado pelas confusões da largada. Até agora é o único carro da Force India a terminar uma prova.


Rubens Barrichello- O carro não rendeu o esperado, mas só pela ótima classificação de sábado já valeu. Aos menos marcou mais alguns pontos no mundial.


Mark Webber- Teve uma tarde frustrante. Pelo carro que tinha era pra tentar garantir a vitória com saida de Vettel, mas estava no pelotão intermediário brigando contra Hamilton. Foi bem abaixo do esperado e ainda bateu com o inglês.


Michael Schumacher- Tinha feito uma boa largada mas acabou levando um toque de Alonso na confusão da primeira curva e dai caiu para as últimas posições. Recuperou-se, mas não o suficiente para marcar mais pontos. Mas se divertiu e gostou do bom desempenho do seu Mercedes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário