terça-feira, 3 de novembro de 2009

Análise dos oito primeiros- GP de Abu-Dhabi 2009



SEBASTIAN VETTEL- Venceu com total tranqüilidade uma prova que indicava um bom duelo com Hamilton, mas este abandonou e deixou caminho aberto para o jovem alemão vencer. Não foi incomodado por Webber domando seu companheiro desde o ínicio da prova. Acabou servindo de consolo para um ano que poderia ser do título.



MARK WEBBER- Teve um desempenho bom,mas não o suficiente para disputar a vitória na corrida. Foi batido fácilmente por Vettel e quando faltava 3 voltas para o final, perdeu rendimento bruscamente por causa dos pneus e foi pressionado por Button mas conseguiu manter a segunda posição.


JENSON BUTTON- Correu para se divertir. Largou em quinto e ganhou a posição de Barrichello ainda no ínicio da prova subindo para quarto. Quando estava em terceiro manteve boa distancia para Webber e ao final da prova pressionou-o para ganhar a segunda posição, mas o australiano se sustentou por lá mesmo. Agora é hora de cuidar do futuro.


RUBENS BARRICHELLO- Estava na disputa com Vettel pelo vice no mundial, mas acabou marcando o quarto tempo sendo que estava mais leve que o alemão que marcara o segundo posto. Não teve um ritmo bom na prova e na largada tocou na traseira do carro de Webber danificando sua asa dianteira. A terceira posição acabou sendo um prêmio para ele.


NICK HEIDFELD- Outra boa prova do alemão. Largou da oitava posição 10,5Kg mais pesado que seu companheiro Kubica que saia logo à sua frente. Foi rápido o bastante para subir na tabela de ponto e garantir a quinta posição. Vendeu seu peixe para tentar uma boa vaga no ano que vem. É cotado para assumir uma vaga na Mclaren.


KAMUI KOBAYASHI- Bela apresentação do japonês e mais uma vez sem cometer um erro se quer. Saiu da 12ª posição e fez apenas um pit-stop. Travou boa batalha novamente com Button, andou em terceiro e fechou a corrida em sexto, à frente de Trulli. Está perto de assinar com a Toyota, isso se eles ficarem.


JARNO TRULLI- Teve problemas de tração no carro, o que desgastou seus pneus traseiros rapidamente e mais tarde foram os freios que começaram a dar problema. Desse modo, não pode imprimir um bom ritmo para assegurar a quinta posição. Ainda está com o futuro incerto na categoria.


SEBASTIAN BUEMI- O franco-suiço mostrou novamente boa forma nas corridas ao qualificar-se em décimo e manter um ritmo de prova que o levou até a oitava posição. O carro melhorou bastante neste fim de campeonato, possibilitando ele a fazer boas provas. Bateu rodas com Kubica e garantiu 1 ponto para ele e equipe no desfecho do mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário