segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Análise dos dez primeiros- GP da Coréia do Sul

Fernando Alonso- Contra as duas Red Bulls ele não teria chance caso a prova fosse disputada em pista seca, mas no molhado conseguiu não se desgrudar do duo. Manteve-se sempre próximo de Vettel e teve sorte quando voltou atrás de Hamilton este errou após a saída do safety. Com o abandono de Vettel, aumentou a diferença para Lewis e passou para vencer confortavelmente. Se os motores Ferrari aguentarem Fernando estará no páreo e em Interlagos terá o reforço de Massa.


Lewis Hamilton- Ficou bravo pela a prova não ter tido a largada enquanto a pista estava um tanto molhada. Mas não teve o mesmo brilho que em outras provas chuvosas e foi muito burocrático. Está vivo na briga pelo mundial, mas ainda necessita de mais um milagre.


Felipe Massa- Prova cautelosa dele que permaneceu a corrida inteira em quarto lugar, mas sempre próximo de Hamilton. Em Interlagos costuma e praticamente insuperável e isso pode ajudar Alonso na disputa acirrada que deve ser em no autódromo paulistano.


Michael Schumacher- Melhor corrida dele no ano, o que mostra que pode estar se acertando novamente. Partiu com decisão pra cima de Button ganhando a quinta posição após a saída do safety, antes do acidente de Webber. Em Interlagos teremos uma prova se ele está realmente voltando à forma


Robert Kubica- Brigou nas posições intermediárias e escapou das armadilhas que algumas disputas proporcionavam.


Vitantonio Liuzzi- Assim como seu companheiro Sutil, bateu rodas com vários pilotos. Ao menos chegou ao fim podendo marcar mais alguns pontos em 2010.


Rubens Barrichello- Esteve no bolo das brigas, mas conseguiu sobreviver às disputas. Sua marca no final de semana foi, mais uma vez, um entrevero com Schumi com qual reclamou por ter sido bloqueado.


Kamui Kobayashi- Caiu para as últimas posições por ter trocado para pneus intermediários logo cedo, mas foi forte nas brigas contra Heidefeld e Sutil, com o qual, teve um incidente.


Nick Heidfeld- Também foi pro fundão e teve que escalar posições. Em três provas marcou 6 pontos.


Nico Hulkenberg- Estava em sexto quando teve um pneu furado, perto do fim da corrida o que lhe custou pontos valiosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário