domingo, 4 de abril de 2010

Enfim a dobradinha da Red Bull com Vettel na frente e Massa assume a liderança do mundial

A chuva que era esperada para cair durante a prova não apareceu, mas nem precisou pois mais uma vez tivemos uma grande prova como era de se esperar com a formação do grid de largada no sábado, quando as Mclarens e Ferraris tiveram que abrir caminho para conquistar suas posições. As Red Bull foram absolutas, dominando a prova totalmente sem ser incomodados por ninguém.
Como se esperava, uma prova tranquila e dominante por parte dos Red Bull. A largada de Vettel acabou por facilitar sua vida quando pulou de terceiro para primeiro, não dando chances a Webber e assim ficou até o final da prova com a diferença entre eles oscilando de 3s a 5.5s. Uma amostra do que deveria ter sido nas provas iniciais caso os problemas não tivessem aparecido.
Na briga das gigantes Mclaren e Ferrari, tudo foi parelho com mais uma atuação valente de Hamilton, que escapou de ser punido ao mudar de trajetória 3 vezes- quando o permitido é apenas uma- na disputa pela décima posição com Petrov. Mas isso acabou quando ele esbarrou no Force India de Sutil que o segurou bem na sexta posição até o final da prova. Já Button se recuperou bem mas teve sempre a compania das Ferraris de Massa e Alonso que o pertubaram a corrida toda. Segurou o Massa até onde pode e foi ultrapassado quando faltava 12 voltas para fim e logo em seguida foi a vez de Alonso pressioná-lo, mas o espanhol até conseguiu passar mas errou na freada e metros depois, quando faltava 2 voltas para o fim, o motor Ferrari pifou. Aliás este é o segundo GP que ele fica retido atrás de Massa, como tinha acontecido em Melbourne, mas não contava com o problema do motor. Na próxima corrida, na China, ele vai usar o quarto motor dos oito permitidos na temporada toda.
Massa fez outra largada grandiosa ao passar Alonso e Button  e assim se manteve até sua primeira parada. Quando voltou teve Button pelo caminho e foi paciente ao esperar para atacar o inglês e assumir o sétimo posto, que mais tarde acabou por garantir para ele a liderança do mundial com a saída de Alonso.
Mais uma vez ótima prova de Rosberg que subiu ao pódio e Kubica que levou o seu Renault mais uma vez aos pontos e sempre esteve no encalço da Mercedes de Nico. Está em franca ascenção, assim como o Force India de Sutil que segurou bem Hamilton e salvou o quinto posto.
Os novatos Hulkenberg e Alguersuari marcaram seus primeiros pontos na F1. O espanhol da Toro Rosso foi combativo a prova inteira.
Barrichello ficou parado na largada e fez o que pode com a "porcaria de carro" para chegar em 12º, como definiu no final da prova. Di Grassi e Senna completaram a primeira prova deles na F1 chegando em 14º e 16º respectivamente.
De se destacar nesta prova três motores Renault chegaram nas 4 primeiras posições (os Red Bull 1-2 e o Renault de Kubica em 4º), três motores Ferrari quebrados (os dois Sauber e o Ferrari de Alonso) e um Mercedes também pifado (Force India de Liuzzi).


Massa e Alonso em ação na Malásia: problema de motor tirou Alonso e o sétimo lugar de Massa lhe garantiu a liderança do mundial, mas a vida da Ferrari não parece nada fácil


Mais outra grande exibição de Kubica: o quarto lugar mostra que o Renault não é tão ruim  assim


Barrichello ficou parado na largada e acabou por fazer uma prova de recuperação. No final classificou o carro de "porcaria". E os Honda de 2006 e 2007, como ele os classificaria então?

RESULTADO FINAL
Grande Prêmio da Malásia- Circuito de Sepang- Kuala Lumpur
56 Voltas em 5.543 metros


1º - Sebastian Vettel (ALE / Red Bull)
2º - Mark Webber (AUS / Red Bull) a 4,8 segundos
3º - Nico Rosberg (ALE / Mercedes) a 13,5 segundos
4º - Robert Kubica (POL / Renault) a 18,5 segundos
5º - Adrian Sutil (ALE / Force India) a 21 segundos
6º - Lewis Hamilton (ING / McLaren) a 23,4 segundos
7º - Felipe Massa (BRA / Ferrari) a 27 segundos
8º - Jenson Button (ING / McLaren) a 37,9 segundos
9º - Jaime Alguersuari (ESP / Toro Rosso) a 70,6 segundos
10º - Nico Hulkenberg (ALE / Williams) a 73,3 segundos
11º - Sebastian Buemi (SUI / Toro Rosso) a 78,9 segundos
12º - Rubens Barrichello (BRA / Williams) a 1 volta
13º - Fernando Alonso (ESP / Ferrari) a 2 voltas
14º - Lucas di Grassi (BRA / Virgin) a 3 voltas
15º - Karin Chandhok (IND / Hispania) a 3 voltas
16º - Bruno Senna (BRA / Hispania) a 4 voltas
17º - Jarno Trulli (ITA /Lotus) a 5 voltas

Não Completaram:
- Heikki Kovalainen (FIN / Lotus) - Abandonou na 46ª volta
- Vitaly Petrov (RUS / Renault) - Abandonou na 32ª volta
- Vitantonio Liuzzi (ITA / Force India) - Abandonou na 12ª volta
- Michael Schumacher (ALE / Mercedes) - Abandonou na décima volta
- Kamui Kobayashi (JAP / Sauber) - Abandonou na oitava volta
- Timo Glock (ALE / Virgin) - Abandonou na segunda volta
- Pedro de la Rosa (ESP / Sauber) - Não largou

Melhor Volta: Mark Webber (Red Bull) 1min37s024

Nenhum comentário:

Postar um comentário