domingo, 13 de setembro de 2009

E o câmbio aguentou, sorte para Barrichello

Foi uma corrida de pura estratégia e decisões. Barrichello tinha nas mãos uma "bomba", já que na noite anterior ele e equipe decidiram não trocar o câmbio que poderia dar algum defeito e deixa-lo a pé na prova de hoje. Assim ele partiu para uma corrida tensa, lutando contra os carros com KERS (Mclarens e a Ferrari de Raikkonen) e contra Button.
Na largada acabou saindo bem e deixando Kovalainen para 5º e assumindo a quarta posição e perseguindo de inicio Sutil que havia perdido o segundo posto para Raikkonen. Button teve um certo trabalho para se livrar de Kovalainen que só foi concretizado na segunda perna da curva "Lesmo".
Com um carro mais pesado que os 3 primeiros, Barrichello perdeu terreno mas não de uma forma que ficasse prejudicado, pois quando Hamilton parou na volta 15 ele tinha de desvantagem para o líder 13 segundos. Tanto que com as paradas de Raikkonen e Sutil, ele assumiu a primeira posição. Barrichello tinha a estratégia de apenas uma parada, que aconteceu na volta 30, uma volta depois de Button.
Voltando em 4º, Barrichello tinha cerca de 12 segundos de desvantagem para Hamilton, e este tinha que fazer ainda sua segunda parada. O piloto inglês reclamava que seu carro saía muito de traseira, talvez proveniente dos desgaste dos pneus traseiros. Quando tinha 15 segundos de vantagem para Barrichello, Hamilton fez sua segunda parada na volta 34 e voltou 8 segundos atrás de Barrichello que assumia a liderança com as paradas de Raikkonen e Sutil.
Durante o resto da prova, Barrichello administrou bem sua vantagem. Ele tinha tinha cerca de 5.8 segundos de vantagem para Button quando Hamilton saiu dos boxes e este cerca de 8.2 segundos de atraso para o piloto brasileiro. Nas últimas 20 voltas, Button descontou apenas 1.8 segundos de Barrichello e Hamilton, pilotando tudo que podia, tirou 1,6. Hamilton acabou rodando e batento na curva "Lesmo" na última volta da prova, assim Raikkonen herdou a 3ª posição.
Barrichello acabou por vencer a prova em Monza, pela terceira vez na sua carreira e venceu também o câmbio que aguentou a prova toda sem dar um defeito se quer. Agora sua diferença para Button é de 14 pontos.
RESULTADO FINAL- GRANDE PRÊMIO DA ITÁLIA- MONZA- 13ª ETAPA

1 - Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP) - 1h16min21s706
2 - Jenson Button (GBR/Brawn GP) - a 2s866
3 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 30s664
4 - Adrian Sutil (AUT/Force India) - a 31s131
5 - Fernando Alonso (ESP/Renault) - a 59s182
6 - Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) - a 1min00s693
7 - Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber) - a 1min22s412
8 - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - a 1min25s427
9 - Giancarlo Fisichella (ITA/Ferrari) - a 1min26s856
10 - Kazuki Nakajima (JAP/Williams) - a 2min
11 - Timo Glock (ALE/Toyota) - a 2min43s925
12 - Lewis Hamilton (ING/McLaren) - a 1 volta
13 - Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso) - a 1 volta
14 - Jarno Trulli (ITA/Toyota) - a 1 volta
15 - Romain Grosjean (FRA/Renault) - a 1 volta
16 - Nico Rosberg (ALE/Williams) - a 2 voltas
Abandonaram:
Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India) - 23 voltas
Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) - 20 voltas
Robert Kubica (POL/BMW Sauber) - 16 voltas
Mark Webber (AUS/Red Bull) - 1 volta

Nenhum comentário:

Postar um comentário