quarta-feira, 23 de junho de 2010

GP da Europa, 1985

A décima quarta etapa do mundial de Fórmula-1 de 1985 foi realizado na belíssimo circuito de Brands Hatch, entitulado como Grande Prêmio da Europa. Para aquela prova, as atenções estavam voltadas para o possível desfecho do mundial pró Alain Prost (Mclaren- TAG Porsche) contra Michele Alboreto (Ferrari). O piloto francês tinha 16 pontos de vantagem para o italiano e este último precisava mais do que nunca da vitória para empurrar a disputa para as duas últimas provas restantes, em Kyalami (África do Sul) e Adelaide (Austrália).
Enquanto os dois contendores ao título colocariam seus nervos à prova, os demais ficaram relaxados para tentar beliscar uma vitória no GP europeu.
Senna (pole) e Piquet (2º) marcaram a primeira dobradinha brasileira numa primeira fila de uma corrida, com Ayrton a quebrar o recorde da pole em mais de dois segundos. Na segunda fila, o duo da Williams com Mansell aparecendo em terceiro e Rosberg em quarto. Prost estava confortável com a sua quinta colocação, já que Alboreto aparecia dez posições atrás e isso o ajudava e muito.
Senna saiu bem e conseguiu se manter na frente de Mansell, que o pressionou na Paddock após ter passado por Piquet na largada. Nigel erraria o trajeto na curva Druids e assim caiu para quarto, após ser ultrapassado por Rosberg e Piquet.
Agora a briga era de Senna e Rosberg, que resultou numa rodada do finlandês que tentou ultrapassar o brasileiro por dentro na curva Surtees. Keke rodou e foi acertado por Piquet que abandonou ali mesmo. Rosberg ainda foi aos boxes, trocou o pneu estourado, voltou em 23º com quase uma volta de atraso e conseguiu terminar em terceiro após grande recuperação.
Mansell voltou a atacar Senna após o incidente entre Rosberg e Piquet com força total. Na oitava volta Ayrton se encontrava logo atrás de Keke e este o bloqueou. Mansell aproveitou o descuido de Senna e o ultrapassou na curva Surtees. Dai e diante o inglês abriu vantagem e se encaminhou para a sua primeira vitória na F1. Foi a primeira vitória de um britânico na categoria desde a conquista de Hunt no GP do Japão de 1977.
Para Alain Prost, que havia caído várias posições após a largada quando desviou do carro de Rosberg, conseguiu superar Alboreto na pista e no campeonato. O francês chegou em quarto e conquistou o seu primeiro mundial. Alboreto abandonou a corrida na 13ª volta com problemas no turbo do seu carro e assim terminou o sonho de um piloto italiano vencer o mundial pela Ferrari após 32 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário