terça-feira, 28 de setembro de 2010

Análise dos dez primeiros- GP de Cingapura 2010

Fernando Alonso- Pole, vitória, melhor volta e 100% das voltas na liderança. Não é preciso dizer mais nada, seu desempenho foi genial. Mesmo com Vettel no seu cangote a prova toda ele não aliviou em momento algum seu ritmo. Vitória importante que o coloca de vez briga pelo mundial, mas os motores podem azedar sua pretensão ao título.


Sebastian Vettel- Enfim uma boa corrida do alemãozinho, mas sem nunca deixar de cometer seus erros. Errou no classificatório quando tinha a pole no bolso ao ralar o pneu traseiro direito no muro e na corrida, não conseguiu emplacar uma boa seqüência de voltas rápidas. A equipe também pisou na bola ao mandá-lo entrar na mesma volta em que Alonso fez sua parada de box. Um a ou duas voltas a mais na pista, poderia ter lhe dado uma possível vitória.


Mark Webber- Saiu em quinto, fez uma parada de box nas primeiras que o jogou para 11º. Recuperou-se até a oitava posição e estava em terceiro na segunda relargada, graças a um ritmo muito bom que o jogou na frente das duas Mclarens. No incidente com Hamilton, podia ter recolhido o carro mais cedo, mas no calor da disputa é algo quase impensável e daí a culpa foi de ambos. Agora tem Alonso na sua cola no campeonato, com 11 pontos de vantagem sobre o espanhol.


Jenson Button- Corrida apagada do inglês, mas o carro da Mclaren não esteve bem durante o fim de semana todo, que refletido no desempenho do sempre combativo Hamilton. Teve uma pequena esperança no final da corrida, quando esteve na caça à Webber, que tentava se equilibrar nos pneus totalmente gastos. A ultrapassagem não veio, mas ao menos ainda está na briga pelo campeonato, há uma vitória do líder Webber.


Nico Rosberg- Assim como em Monza, prova tranqüila do alemão que não foi ameaçado por ninguém. O que lhe falta é um bom carro para poder explorar mais suas potencialidades.


Rubens Barrichello- Ótima classificação ao sair em sexto, na frente das duas Mercedes. Na prova um má largada que o jogou para oitavo, mas teve sorte ao ganhar as posições do desistente Hamilton e da furada do pneu do Renault de Kubica para chegar em sexto. Um grande fim de semana para o veterano piloto.


Robert Kubica- Corrida tranqüila até então, mas um pneu furado parecia ter estragado sua corrida. O polonês não baixou os braços e foi à busca de Petrov, Hulkenberg, Massa e Sutil para chegar em sétimo e salvar a sua boa corrida. Foi uma dádiva para quem viu as últimas voltas do polonês em Marina Bay.


Felipe Massa- Depois do azar danado no treino de sábado com o problema do câmbio, ele saiu em último e fez uma parada de box na primeira entrada do safety, ainda no inicio da corrida, tentando ganhar algumas posições caso este entrasse novamente. Não surtiu muito efeito e desgastou seus pneus todos atrás de Hulkenberg. Chegou em décimo, mas graças as punições de Hulk e Sutil ele pôde marcar mais três pontos.


Adrian Sutil- Boa prova, apesar de ter largado em 15º. Escalou o pelotão até duelar com Petrov e Hulkenberg pelas posições pontuáveis. Acabou sendo punido em 20s por cortar a curva 7 no inicio da corrida, assim caiu de oitavo para nono.


Nico Hulkenberg- Outro que fez boa corrida, mas sempre atrás de Rubens. Também foi punido por cortar uma chicane e assim ficou em décimo. É veloz, mas tem errado aos montes. Normal para sua primeira temporada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário